Câncer de mama e viagens

Durante esse momento difícil na vida do paciente, nada como uma viagem com a família ou amigos para sair um pouco da rotina e respirar novos ares. Porém, medidas e precauções devem ser tomadas, usando sempre o bom senso. A Fundação Laço Rosa separou algumas dicas preciosas para ajudar os pacientes e seus familiares na hora da organização. 

No destino escolhido deve haver locais com uma boa infraestrutura e assistência médica, caso seja necessário. O paciente deve evitar ao máximo viajar sozinho. Os limites precisam sempre ser respeitados, afinal, existe um tratamento de saúde em curso. Caso a pessoa se sinta cansada deve parar um pouco e continuar as atividades em outro momento. 

Antes de qualquer viagem, é necessário marcar uma consulta com o médico, porque talvez seja importante realizar alguns exames de rotina ou providenciar alguma vacina e/ou medicação preventiva. É sempre bom solicitar ao profissional dicas de clínicas e hospitais na cidade que for visitar. É impreterível que leve junto cópias dos exames mais recentes e uma carta do médico que está acompanhando o caso informando o estado de saúde e tratamento. 

O check-list de remédios é fundamental. As medicações devem ser separadas e listadas, incluindo dosagens e horários de administração. Importante: os medicamentos devem sempre ser levados na bagagem de mão e nas embalagens originais, para evitar problemas com a alfândega. Se a sua viagem for internacional, uma medida indispensável é adquirir um seguro saúde de viagem. 

Caso a viagem seja de avião, o paciente deve se levantar e caminhar pela aeronave a cada 1h, para melhorar a circulação. Vale lembrar que o paciente deve manter-se  hidratado e  evitar bebidas alcoólicas. Para diminuir as chances de infecções, dê preferência a bebidas engarrafadas e alimentos bem cozidos. Caso a viagem seja para um local onde os costumes e a culinária são diferentes do que já é habitual, uma dica é sempre levar bebidas e petiscos, como barras de cereais, chocolates e biscoitos.

Ao voltar de viagem, o primeiro compromisso deve ser agendar uma consulta com o médico. Se surgir algum sintoma estranho, mesmo algum tempo após a viagem, entre em contato de imediato com o médico.