Voltar para listagem
Autor(a):

Laço Rosa

Laço Rosa

Data do Post
19/09/2018
/

Outubro Rosa

Laço Rosa

 

No mês de outubro, vários prédios e monumentos famosos pelo mundo mudam de cor por uma causa nobre: a conscientização sobre a prevenção do câncer de mama. É o Outubro Rosa, um movimento cujo símbolo é o laço rosa e que, a cada ano, ganha mais adeptos.

A campanha é importante pois o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres — perde apenas para o de pele (não melanoma). O Instituto Nacional do Câncer José de Alencar Gomes da Silva (Inca) estima que, em 2018, devem surgir 59.700 novos casos no país. Por isso, esse movimento não pode parar de se espalhar!

Acompanhe este post para saber mais sobre o Outubro Rosa: conheça o objetivo e o histórico da data, bem como detalhes de como o movimento ocorre na prática! Boa leitura!

 

Qual o objetivo do Outubro Rosa?

O Outubro Rosa objetiva celebrar a luta de muitas mulheres contra o câncer de mama e conscientizar toda a população sobre a importância do diagnóstico precoce da doença. Um dos principais aspectos é o compromisso de fazer a mamografia todos os anos e a importância de se atentar ao autoexame.

A detecção precoce possibilita que a doença seja tratada desde o início e, assim, tenha índices expressivos de cura. Além do câncer de mama, a data também é importante para orientar sobre outros tipos de câncer que acometem as mulheres, como os de ovário e de colo de útero.

 

Como o movimento teve início?

A ideia foi da Fundação Susan G. Komen for the Cure. O movimento começou em Nova York, em 1990, com a realização de uma corrida pela cura do câncer de mama. No evento, os participantes receberam um laço rosa, que se tornou símbolo da iniciativa.

Desde então, a campanha passou a ser realizada anualmente na cidade. O Outubro Rosa se espalhou em 1997 para outras localidades norte-americanas, com a adesão de várias entidades que passaram a fazer o trabalho de conscientização.

Assim, os laços rosa começaram a ser exibidos em vários locais. Depois, surgiram outros eventos, como desfiles de moda, para celebrar a data.

Brasil

Dos Estados Unidos da América (EUA), a iniciativa de conscientização se espalhou pelo mundo. No Brasil, o Outubro Rosa chegou em 2 de outubro de 2002, quando o Obelisco do Ibirapuera, em São Paulo, ganhou a iluminação rosa.

Depois disso, várias entidades abraçaram o movimento e mais prédios e monumentos pelo país passaram a receber a luz rosa. O Inca deu força à campanha em 2010, com a distribuição de materiais informativos para a população e os profissionais de saúde.

 

Como a campanha acontece na prática?

Toda a sociedade pode participar do Outubro Rosa — cidadãos comuns, o setor público e a iniciativa privada. A população hoje pode receber e disseminar informações, principalmente pelas redes sociais, e participar de eventos da campanha.

As empresas aderem cada vez mais ao movimento. Muitas já organizam um dia para que todos os funcionários usem uma peça de roupa rosa ou decoram e iluminam seus espaços com a cor.

O Outubro Rosa precisa da participação de todos. Assim, cada vez mais as informações sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama vão chegar a outras mulheres para que elas se sintam encorajadas a fazer os exames preventivos!

Quer obter mais orientações sobre outras ações relativas ao câncer de mama? Assine nossa newsletter e receba conteúdo sempre atualizado em seu e-mail!