Voltar para listagem
Autor(a):

Laço Rosa

Laço Rosa

Data do Post
13/04/2022
/

Pessoas com câncer: como aliviar as dores da doença? Saiba

Quando se trata de pessoas com câncer , é importante entender um fator que afeta mais da metade delas: a dor. Afinal, para lidar com qualquer coisa, é necessário antes entendê-la. A dor sentida por pessoas com câncer tem diversas causas. Conforme o estágio da doença, a intensidade dessa dor pode variar, pois é algo muito pessoal, e cada um pode apresentar uma sensibilidade diferente.

O fato é que esse sintoma tem impacto na qualidade de vida, pois é mais um estressor físico e emocional para os portadores. Felizmente, há formas de amenizar a dor, o que por consequência otimiza a saúde mental e física do paciente. Neste artigo, abordaremos as dores que pessoas com câncer de mama podem sentir, as principais causas e, o mais importante: como podem ser aliviadas. Confira!

O que causa a dor em pessoas com câncer de mama?

Pessoas com câncer de mama podem sentir dores em decorrência da doença ou do tratamento. Quando o motivo tem relação direta com a doença, a dor pode ser gerada pela pressão do tumor sobre algum nervo ou osso. Também pode haver dor resultante de compressão da medula espinhal (por parte do tumor). Essa dor é sentida nas regiões torácica, lombar e cervical, e é possível amenizá-la com o uso de medicamentos ou no próprio processo de tratamento do câncer.

A dor relacionada ao tratamento pode ser decorrente de cirurgias e exames para diagnóstico da evolução do tumor. Vale ressaltar que, no caso de cirurgias que envolvem a retirada de uma parte, pode ser que surja um incômodo como se essa parte ainda estivesse lá, o que caracteriza um quadro de dor fantasma. Isso acontece porque cérebro leva tempo para reconhecer a ausência da parte retirada.

A dor periférica, que pode acometer membros superiores e inferiores, é decorrente de diversos fatores e pode ser consequência da quimioterapia. Esse tratamento afeta o corpo todo, gerando incômodo nos membros. Podem também ocorrer fraqueza, sensação de formigamento e ardor. Esses três sintomas também podem ser decorrentes de falta de vitaminas e doenças preexistentes.

Dor na mama é sempre sintoma de câncer?

É importante lembrar que muitas vezes as dores nas mamas não têm relação com câncer. Pessoas do sexo feminino podem sentir esse incômodo por variações hormonais, por exemplo, que comumente são parte do ciclo menstrual (dores cíclicas). Dores também podem surgir mesmo sem relação com o ciclo, a exemplo de mastite (inflamação ou infecção mamária), gravidez e inflamações nos ductos mamários. Sintomas mamários devem ser investigados, sempre levando em conta que o diagnóstico do câncer de mama envolve estratégias como autoanálises e exames específicos.

O que fazer para aliviar a dor?

Como você já sabe, pessoa com câncer pode enfrentar várias dores decorrentes da doença em si e do tratamento. Mas, felizmente, existem formas de aliviá-las. Essa orientação do tratamento específico para a dor deve vir de um médico, mas confira a seguir algumas estratégias possíveis:

Apesar da possibilidade de pessoas com câncer de mama e outros tipos passarem por momentos de dor, é essencial saber que não é preciso e nem se deve simplesmente sofrer, sem procurar formas de resolver o problema. Existem vários tratamentos e há diferentes profissionais prontos para atender, de médicos a psicólogos e fisioterapeutas. Ninguém está sozinho nessa situação!

Gostou da matéria? A Fundação Laço Rosa é especialista no cuidado de pessoas com câncer de mama. Se tiver dúvidas ou quiser mais informações sobre o assunto, entre em contato conosco!