Voltar para listagem
Autor(a):

Laço Rosa

Laço Rosa

Data do Post
14/06/2018
/

Reconstrução mamária

A reconstrução mamária é um procedimento cirúrgico marcante na vida de uma paciente, pois envolve a melhoria da autoestima e da qualidade de vida.

Ela se torna necessária após a mastectomia, que é um tratamento cirúrgico contra o câncer de mama, consiste na remoção total da mama. Para realizar a reconstrução, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), é preciso levar em consideração a forma, o tamanho e a aparência após a mastectomia.

Além disso, ela pode ser realizada no mesmo momento da cirurgia de retirada da mama ou após a recuperação da paciente em relação aos tratamentos, como o de quimioterapia.

É importante lembrar que não é possível comparar a mama natural com a reconstruída. Algumas diferenças que poderão ser notadas são:

Sensibilidade. A mama reconstruída pode ter uma sensibilidade reduzida.

Cicatrizes. A presença de cicatrizes visíveis ocorre na cirurgia de reconstrução e na de mastectomia.

Se for utilizada alguma técnica cirúrgica de enxerto, serão notadas cicatrizes em outros locais do corpo de onde foram retirados os enxertos.

Existem alguns cuidados a serem tomados antes da cirurgia. De acordo com a SBCP é necessário:

Fazer exames laboratoriais ou avaliação médica;

Fazer ajustes na medicação atual;

Fazer mamografia antes e após a cirurgia;

Para de fumar com antecedência a cirurgia;

Evitar tomar determinados medicamentos, como aspirina, anti-inflamatórios e medicamentos naturais, pois podem influenciar na coagulação do sangue.

É imprescindível que a paciente procure um médico especialista para solucionar todas a dúvidas e tomar as medidas necessárias para diminuir o risco da cirurgia.

 

Fonte: Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica