Voltar para listagem
Autor(a):

Data do Post
02/12/2017
/Notícias

Biossimilar para câncer de mama

O estudo HERITAGE foi apresentado na ASCO 2016 e avaliou a eficácia de um medicamento biossimilar ao Trastuzumabe.O estudo foi conduzido em 95 centros globalmente e apresentado em forma de abstract pela Dra. Hope Rugo.

Foram randomizadas 958 pacientes para receber tratamento em primeira linha de doença metastática com Herceptin ou Myl-1401O, em combinação com um taxano.

O end-point primário foi a taxa de resposta em 24 semanas, avaliada em 69,6% para o MYL-1401O e 64% para o Herceptin. O Hazard Ratio foi de 1.09; CI (0.974-1.211), considerados dentro dos limites pré-especificados de equivalência. As taxas de eventos adversos também foram similares entre os grupos, 38% (MYL-1401O) vs 36% (Herceptin).

O medicamento foi posteriormente, submetido para registro ao FDA, a EMA, e também à ANVISA e hoje foi aprovado pelo FDA. 

Na prática, isso significa que muito em breve essa alterantiva de medicação pode estar disponível para uma maior quantidade de pacientes. Veja os comentários do Dr. Gilberto Amorim, conselheiro científico da Laço Rosa, no vídeo publicado no canal Oncologia Brasil aqui: https://youtu.be/_p85Q0q38OE

 

Fonte: www.oncologiabrasil.com.br