Voltar para listagem
Autor(a):

Fundação Laço Rosa

Fundação Laço Rosa

Data do Post
25/10/2021
/

Como é o tempo de recuperação da mastectomia? Entenda!

Quando o assunto é tratamento do câncer de mama, é comum as pessoas associarem à mastectomia, que consiste em um procedimento cirúrgico para retirada da mama — quando a doença não se espalhou —, seja parcial ou completa. Por outro lado, essa cirurgia não atende a apenas quem tem esse tipo de câncer, sendo considerada uma opção para quem deseja preveni-lo ou mesmo por uma questão estética, no caso dos homens trans.

Assim, como toda intervenção médica, é exigida uma preparação anterior e posterior, que pode impactar no tempo de recuperação da mastectomia.

Continue a leitura para entender mais sobre o tema.

Como funciona a mastectomia?

A mastectomia é o nome dado ao procedimento de retirada da mama, de forma cirúrgica. Os tipos de mastectomia são: simples (quando a retirada é total, incluindo aréola, mamilo e glândula mamária); radical (as mesmas partes da simples são removidas, além dos gânglios axilares); radical modificada (uma versão da radical que preserva a musculatura abaixo da mama); e a subcutânea, que preserva a pele da mama.

Antes de fazer, o mastologista considera o dano causado pelo tumor, priorizando a segurança da paciente e, depois, sua estética. Algumas mulheres optam por fazer a reconstrução mamária logo após a mastectomia. Essa possibilidade depende da gravidade do quadro e do andamento do tratamento.

Como é o pós-operatório da mastectomia?

Geralmente, a paciente passa de 1 a 3 dias no hospital após a cirurgia, em observação. Alguns sintomas que podem aparecer são: cansaço, dor no braço e na região operada, que pode sofrer uma alteração de sensibilidade, causando coceira e desconforto. Caso isso aconteça, alguns medicamentos são indicados para alívio da dor.

O tempo de recuperação da mastectomia é curto. Em poucas semanas, a mulher já pode retomar sua rotina normal, desde que liberada pelo médico. Antes desse aval, o repouso e a boa alimentação são essenciais, principalmente, se ela tiver passado por um processo de reconstrução da mama.

Quais são os cuidados necessários após a cirurgia?

O primeiro cuidado é relacionado ao dreno, que serve para fazer a drenagem do sangue e dos outros líquidos acumulados. Mesmo após liberação médica, a paciente leva o recipiente para casa e precisa manter os cuidados em domicílio. Normalmente, em um prazo de duas semanas, ele se torna desnecessário. Enquanto isso não acontece, é preciso registrar a quantidade diária de líquido e esvaziá-lo periodicamente.

O uso do sutiã não é recomendado antes da cicatrização total da região, que costuma ocorrer em até 30 dias após o procedimento. Quando essa data chegar, também é importante hidratar a área, mantendo-a sempre limpa e bem cuidada. Quanto ao movimento do braço e ombro, desde o início, pode-se fazer movimentos leves, de forma que não fiquem enrijecidos. Deve-se respeitar o tempo de recuperação do corpo.

Durante o tempo de recuperação da mastectomia, a paciente deve ficar atenta a qualquer sinal, como caroços e inchaços, bem como febre acima de 37,8ºC. Nesse caso, deve-se entrar em contato com o médico de imediato.

Ainda ficou alguma dúvida? Entre em contato com a gente!