Voltar para listagem
Autor(a):

Laço Rosa

Laço Rosa

Data do Post
15/05/2020
/

Coronavírus e câncer de mama: cuidados essenciais nesse período

Se você está sempre ligada nas notícias, sabe que o mundo passa pela pandemia do novo coronavírus. Esse é o causador da síndrome respiratória COVID-19, mas o contágio pode ser evitado com algumas medidas simples. Quando pensamos em coronavírus e câncer de mama, isso é especialmente importante.

Afinal, pacientes oncológicos podem estar com o sistema imunológico um pouco mais fraco por causa dos tratamentos. Embora as chances de agravamento da situação respiratória não sejam tão altas, de acordo com os casos recentes, o melhor é não facilitar para a doença.

Por isso, separamos alguns cuidados essenciais para colocar em prática nesse período. Confira!

Use água, sabão e álcool gel nas mãos

Como o contágio acontece pelo contato com secreções de pessoas doentes, você deve reforçar os cuidados com a higiene. Para quebrar a capa de gordura do vírus, lave as mãos com água e sabão. Esfregue por 20 segundos antes de enxaguar, combinado? Quando não tiver uma pia por perto, o álcool gel 70% é uma ótima alternativa.

Essa higienização não vale apenas quando entrar em contato com as pessoas, viu? É preciso lavar bem as mãos depois de apertar o botão do elevador ou de receber o entregador. Para garantir ainda mais proteção, evite tocar nos olhos, nariz ou boca.

Deixe o contato social para depois

Já que essa proximidade pode levar ao contágio, devemos adiar o contato social para depois. Mesmo que já faça parte da sua vida dar abraços e distribuir um ou dois beijinhos, é hora de mudar o hábito. Um sorriso já é suficiente para cumprimentar e ficar protegida.

Além disso, é essencial manter uma distância segura das pessoas em locais públicos. O ideal é ficar de 1,5 metro a 2 metros de distância. Muitos estabelecimentos já têm criado marcações com essa distância, então fique de olho!

Mantenha apenas as consultas e os exames indispensáveis

Apesar dos cuidados, não é necessário (e nem indicado) interromper seu tratamento oncológico nesse momento. É preciso continuar a cuidar da sua saúde e dar prosseguimento para vencer a doença.

Ao mesmo tempo, você deve manter apenas as consultas e os exames que sejam indispensáveis. Talvez aquela ida à dermatologista ou ao dentista possam esperar até o período crítico da pandemia passar.

Dê atenção extra para a sua imunidade

A relação entre coronavírus e câncer de mama também exige atenção redobrada com o seu sistema imunológico. Não dê bobeira e nem a chance de o vírus se instalar ao fortalecer o seu corpo.

Durma corretamente, de 7 a 8 horas por noite, e tenha uma dieta balanceada. Pergunte ao seu médico se é necessário usar suplementos vitamínicos e tente controlar o estresse. Com o corpo e a mente em equilíbrio, você reforça as barreiras do organismo, mesmo que esteja em tratamento.

Vá de máscara se tiver que sair de casa

Nas últimas semanas, deve ter ouvido várias vezes o termo “isolamento social”. Vários estabelecimentos interromperam as atividades temporariamente e teve início a chamada quarentena. O motivo é simples: quanto menos contato tiver com outras pessoas, maior será seu nível de proteção.

Só que, às vezes, é preciso ir ao supermercado ou resolver algo fora de casa, certo? Nesses casos, a recomendação é utilizar máscara. Você pode escolher a versão cirúrgica descartável ou um modelo de tecido.

Ela deve ser feita com duas camadas de tecido e ficar bem ajustada ao corpo. O período de uso é de 2 horas e, depois, deve trocá-la por outra. Com isso, é possível reduzir bastante os seus riscos de contágio.

A relação entre coronavírus e câncer de mama exige alguns cuidados para diminuir os riscos de contaminação. Com atenção a cada uma das recomendações, você poderá se proteger com mais facilidade.

Já que estamos falando sobre esse assunto, veja 4 dicas para lidar com o câncer de mama e aprenda a tirar essa situação de letra!